terça-feira, 30 de junho de 2009

VICTOR E LEO ELOGIO HUMILDADE E CARINHO DE TERESINA E VÃO GRAVAR NOVO DVD COM MÚSICAS INÉDITAS


Estrela do último dia do Planeta Micarina, a dupla Victor&Leo defende a vida simples e natural, marcada pelas emoções reais e pouco complicadas. Por isso, Victor e Leo elogiam tanto a humildade dos piauienses e do Nordeste como um todo. “Esse carinho que a gente recebe das pessoas é o alimento para a nossa carreira, o nosso trabalho, a gente quer retribuir isso tudo com alegria, com luz, com emoção e amor em cima do palco, através da música para as pessoas, essa é a nossa intenção”, afirmou Leo, pouco antes de subir no palco da Arena do Planeta Micarina.
Victor informa que a dupla está fazendo shows de demonstração em países da América Latina e começa a gravar um novo DVD com músicas inéditas.

Meio Norte – Como o senhor lembra do primeiro show que a dupla Victor & Leo fez em Teresina?
Victor – Foi fantástico, o show foi ótimo. Nós ficamos surpresos da forma como os teresinenses nos receberam. Teresina e o Nordeste, em si, é um lugar que nos emociona por ser um lugar que nos recebe tão bem, não só a gente, mas como recebe todos. O Nordeste é um lugar de braços abertos para o mundo, o Brasil inteiro tem muito o que aprender com essa emotividade, esse carinho, esse calor.
Leo – Nós ficamos muito surpreendidos com Teresina, que tem muito a oferecer ao Brasil com essa receptividade, de exemplo de ser humano, de humildade. Aqui tem uma alegria, um astral muito grande, a gente adora estar no Nordeste. Em Teresina, eu tenho certeza que retribuímos no Planeta Micarina a gentileza com que as pessoas nos receberam da primeira vez, que está se repetindo de novo. Esse carinho que a gente recebe das pessoas é o alimento para a nossa carreira, o nosso trabalho, a gente quer retribuir isso tudo com alegria, com luz, com emoção e amor em cima do palco, através da música para as pessoas, essa é a nossa intenção.

Meio Norte – Os senhores ficaram surpreendidos com o sucesso que estão obtendo?
Victor – Não surpreendidos porque as coisas para a gente aconteceram devagar, nós temos 17 anos de carreira e durante 15 anos nos cantamos em bares, crescendo pouco a pouco. Quando nos apresentamos aqui pela primeira vez aconteceu uma coisa muito especial

Meio Norte – Os senhores foram convidados a apresentar algum programa?
Leo – Não, não fomos convidados. Essa é uma tarefa complicada. A gente está acostumado a subir no palco e cantar, para ser apresentador a gente teria que estudar bastante a arte de apresentar, precisaríamos saber mais dessa arte.

Meio Norte – Os senhores se apresentaria em um reality show como alguns estão fazendo agora no programa “A Fazenda”, da Record?
Leo – Não é nosso campo. A gente se toca muito em música. A gente gosta de televisão, mas não é o que se faço ou que seja nossa prioridade, a gente gosta mesmo é de subir no palco, pegar a estrada, e emocionar as pessoas. Televisão faz parte de nosso trabalho, mas não é o foco de nosso trabalho. A gente evita muita coisa porque o nosso tempo, a nossa agenda é muito cheio. Se tem que ir, a gente vai.

Meio Norte – Como é conhecer esse Brasil profundo, o do interior do país?
Leo – É uma forma de conhecer novas culturas, novos costumes e novos povos. A gente ama, o Nordeste tem um astral muito grande, a gente está descobrindo isso cada vez mais, as pessoas daqui têm muito a oferecer, são pessoas puras em termos de valores, têm uma humildade muito grande, um grande respeito. A gente conhece as capitais do Nordeste e outras cidades e a gente percebe que um dos valores mais presentes é a humildade, isso é um exemplo para o Brasil inteiro. Você vê em outras regiões uma certa prepotência, o Nordeste a gente tem sido recebido com um carinho muito especial.

Meio Norte – Qual a razão do sucesso da dupla?
Victor – Porque nós chegamos nas pessoas através da emoção. Milhares de músicas podem chegar às pessoas, mas a emoção real não é fácil. Acho que gostam de nossas músicas, de nossos trabalhos, mas gostam porque sabem que oferecemos um emoção real. Ou seja, nós temos um descompromisso com o mercado, um descompromisso com as tendências. Esse descompromisso faz com que se faça algo natural e a natureza é infalível. Se é natural, você nem precisa dizer que é, as pessoas sentem. Sempre que a gente fizer assim vai ter sempre esse retorno cultural e social.

Meio Norte – Como está a carreira internacional?
Victor – Nós temos feito apresentações de demonstração, com ajuda de um empresário mexicano, na Colômbia, México, Porto Rico e Costa Rica. O resultado tem sido muito bom, mas fazer shows grandes ainda não tem dado tempo porque nós temos que fazer também os shows em todo o Brasil.

Meio Norte – Quais são os novos trabalhos?
Victor – Vamos gravar um DVD, nós temos muitas músicas inéditas para esse novo trabalho.

Fonte: Meio Norte/Efrém Ribeiro

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Victor e Leo estão na 3ª posição na lista dos produtos fonográficos mais vendidos


Eles já tiveram mais de 1 milhão de álbuns vendidos

A dupla Victor e Leo está na terceira posição na lista dos produtos fonográficos mais vendidos com seus CDs e DVDs.

Só para ter uma ideia, os sertanejos já tiveram mais de 1 milhão de álbuns vendidos e ganharam disco de platina duplo em 3 deles.

Prova desse sucesso é que Victor e Leo costumam fazer de 20 a 25 shows por mês.

Fonte:Transamérica HITS

Chegada de Victor & Leo em Araripina/PE

Victor & Leo é a principal atração da noite de São João de Araripina/PE. A dupla chegou hoje na cidade e apesar do cansaço após a viagem e dos shows que fizeram ontem nas cidades de Amargosa e Santo Antônio de Jesus na Bahia, receberam com muito carinho e simpatia as pessoas que os aguardavam no aeroporto.
Confira as fotos:











Entrevista para o Portal Terra da Colômbia

Confira a entrevista de Victor & Leo para o Portal Terra da Colômbia.

video

Ou clique aqui e confira no próprio site do Terra!




quarta-feira, 24 de junho de 2009

A ARTE DE DEIXAR FALAR O CORAÇÃO!

As músicas da dupla Victor e Leo estão cada vez mais na boca do povo.


Suas músicas falam de amor e inspiram os apaixonados no mundo real e na ficção.
Dono da segunda voz da dupla Victor e Leo, o mineiro de Ponte Nova, Vitor Chaves
Zapalá Pimentel, criado em Abre Campo e morador de Uberlândia há 2 anos, é o
campeão de arrecadação de direitos autorais de 2008, segundo dados do relatório
anual do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

O Ecad é um órgão privado formado por dez associações musicais
que arrecada e distribui direitos autorais de execução de compositores
filiados a essas associações brasileiras. Uma das principais fontes de
arrecadação dos compositores são as apresentações ao vivo.

Em 2008, Victor ficou à frente de nomes como Roberto Carlos,
Caetano Veloso, Djavan, Gilberto Gil e Zezé Di Camargo.
“Não me sinto, nem poderia sentir-me à frente.
Nomes como Roberto Carlos e Caetano Veloso são referências da qualidade
e da longevidade que todo e qualquer artista deveria querer alcançar”,
disse Victor na entrevista a seguir ao CORREIO de Uberlândia.

Segundo o compositor, mais do que liderar a lista do Ecad,
sua satisfação está em ver as canções pedidas e vividas pelos fãs.
A dupla tem 17 anos de carreira, mas foi depois que “Tem que ser você”
emplacou no ano passado na trilha sonora da novela “A Favorita”, da Rede Globo,
e ganhou o prêmio de Melhor Música de 2008 no “Domingão do Faustão”,
que as canções da dupla Victor e Leo caíram nas graças do público.

“Deus e eu no sertão” e “Nada é normal” aparecem na novela “Paraíso”,
em exibição também na Rede Globo. As canções estão entre as mais
pedidas pelos fãs por meio da Central de Atendimento ao Telespectador (CAT),
segundo a assessoria de imprensa da dupla.

Apesar do nome em destaque, Victor não esquece a participação do irmão
no sucesso conquistado. Leonardo Chaves Zapalá Pimentel, o Leo,
chama a atenção dos fãs pela interpretação e pelo talento como arranjador.
“Ele ao meu lado é que faz meu trabalho ser o que é”, disse Victor.

Uberlândia é uma boa cidade para se viver

As músicas de Victor e Leo inovam o estilo sertanejo com pitadas de folk,
pop e romantismo. A dupla assina os arranjos, produção e composições de
seus discos e, diferentemente de muitos artistas,
não despontou no cenário nacional com apenas um sucesso.

A partir de 2006, várias canções ocuparam, ao mesmo tempo,
as primeiras posições em emissoras de rádio de todo o País.
Nos shows, o público canta do começo ao fim todo o repertório,
com destaque para “Fotos”, “Tem que Ser Você”, “Fada”, “Vida Boa”,
“Sinto Falta de Você”, “Amigo Apaixonado”, “Lembranças de Amor”,
"Borboletas", "Deus e Eu no Sertão" e "Nada Normal", todas escritas por Victor.

O sexto CD, “Borboletas”, lançado no ano passado, vendeu
200 mil cópias em menos de um mês e meio de lançamento.
É um trabalho 100% autoral, em que Victor assina todas as 12 faixas,
sendo três em parceria com o irmão.

Vivendo em Uberlândia desde 2007, quando gravaram o primeiro DVD
“Ao Vivo em Uberlândia”, Victor afirma ter aqui a tranquilidade de uma
cidade com ares interioranos, assim como sua terra natal.
“É um povo acolhedor e educado. Tem as facilidades de uma cidade bem
estruturada e uma localização centralizada no País que praticamente iguala as
distâncias de nossas viagens tanto para o Norte quanto para o Sul”, disse o cantor.

O músico adianta que a dupla, em breve, deverá
gravar um DVD ao vivo, com canções inéditas.

Curiosidades

*Victor e Leo não se enquadram no estilo chamado sertanejo universitário,
que surgiu em um outro segmento ao mesmo tempo que a dupla despontava.

*Seus nomes são respectivamente Vitor Chaves Zapalá Pimentel,
nascido em 15/4/1975 e Leonardo Chaves Zapalá Pimentel,
nascido em 4/10/1976. Iniciaram a carreira há 17 anos, em 1992,
na cidade de Abre Campo(MG) onde foram criados
sem pretensão de tornarem-se profissionais.

*Em 1994 mudaram-se para Belo Horizonte, onde cantaram por sete anos.
Também fizeram aulas de canto por cinco anos.

*Em 2001, mudaram-se para São Paulo e cantaram na noite
por mais seis anos. De lá vieram para Uberlândia.

Victor e Leo fecharam 2008 com as seguintes homenagens:

- CD “Victor & Leo ao Vivo”(2006)- Disco de Platina

- CD “Ao Vivo em Uberlândia”(2007)- Disco de Platina duplo

- DVD “Ao Vivo em Uberlândia”(2007)- DVD de Platina Duplo

- CD “Borboletas”(2008)- Disco de Platina duplo

- Uma indicação ao Grammy Latino 2008 com DVD/CD “Ao Vivo em Uberlândia”

- Vencedores do Oscar do rodeio brasileiro, Troféu Arena de Ouro 2009,
como Melhor Dupla Sertaneja 2007/2008

- Em abril de 2009, Prêmio Melhores do Ano no “Domingão do Faustão”,
com "Tem Que Ser Você", como Melhor Canção de 2008.

Fonte: Correio de Uberlândia

Víctor y Leo' cantan con el alma


Tras el éxito que obtuvieron con ‘Nada es Normal’, el dúo llegó a Colombia para promocionar su más reciente sencillo 'Recuerdos de amor', que ya se ubica en los primeros lugares en las emisoras del país.

Tras el éxito que obtuvieron con ‘Nada es Normal’, el dúo llegó a Colombia para promocionar su más reciente sencillo 'Recuerdos de amor', que ya se ubica en los primeros lugares en las emisoras del país.

Aunque con algunas dificultades a la hora de conjugar verbos en un esfuerzo por hablar un español fluido, y poder expresar la emoción que sienten al visitar por primera vez nuestro país, el dúo carioca ‘Víctor & Leo’ llegó para promocionar su producción discográfica en español 'Nada Es Normal', con la que han conquistado todo el público latino.

Hace algunos meses se escuchó por primera vez en las emisoras radiales de todo el país su tema, una balada que logró los primeros lugares de popularidad y de la cual sólo se sabía que era interpretada por dos hermanos brasileños.

Hoy, el nombre de ‘Victor & Leo’ es reconocido gracias al éxito conseguido con este tema y su álbum en países como Brasil, México y Colombia. En esta ocasión, llegaron para promocionar su nuevo sencillo 'Recuerdos de Amor' que rápidamente escala posiciones.

¿Cómo empezó su historia musical?
Víctor y Leo: Desde muy pequeños escuchábamos con nuestro abuelo sus discos favoritos de música ‘country’ local, también los éxitos internacionales que la radio transmitía en esa época.

Víctor: Cuando tenía unos 12 años, empecé a tocar algunas notas en una guitarra abandonada que había en la casa.

Leo: Comencé a cantar con las bandas locales. Un día en 1992, bromeando, cantamos juntos a dueto por primera vez, y a Víctor me presentó sus primeras composiciones.

¿Cuál es su estilo?
Víctor y Leo : Una fusión de la música country local y el pop internacional de Eric Clapton, Phil Collins y Mark Knopfler que habíamos escuchado a lo largo de nuestras vidas.

¿Por qué deciden grabar en español?
Víctor y Leo: Fue una invitación de la disquera. Pero nos preguntábamos ¿Podríamos cantar en español? ¿Lograríamos conectarnos y comunicarnos con gente de otros países? ¿Y con el mismo sentido positivo?

Nos hemos preparado tomando clases de español y adaptando cuidadosamente las canciones con la ayuda de letristas y compositores como Leonel García de ‘Sin Bandera’ y Áureo Baqueiro.

Las sesiones de grabación no fueron nada sencillas. Tuvimos que cantar e interpretar en un idioma que no es el nuestro, pues buscábamos imprimir el mismo sentimiento y pasión como si fuera en portugués.

¿De qué trata el sencillo ‘Recuerdos de amor’?
Víctor y Leo: Es una canción que muestra la cotidianidad de una pareja, sobretodo cuando hay peleas. Es una emoción real. De ahí que diga… 'Al final nuestro caso no es distinto de otros casos que acabaron mal'.

Fonte: Calibuenanota.com

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Victor & Leo Na Rádio Vibra FM em Bogotá

Fotos de Victor & Leo nos estúdios da Rádio Vibra FM de Bogotá, no programa De Noche en la Ciudad.


Víctor y Leo en De Noche en la Ciudad

Aquí están las fotos de la visita de estos hermanos que estuvieron cantando un buen rato y presentándonos su disco "Nada es normal"












Fonte.:Rádio Vibra FM

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Vídeo - Entrevista para o Canal Caracol TV da Colômbia



Los brasileños ‘Víctor y Leo’ llegaron a Colombia. En exclusiva para Caracol

Estos artistas reventaron los principales listados de la música con su canción Nada es normal, una balada que logró calar en el corazón de los colombianos y los latinos en general. El exitoso dúo habló en exclusiva para Caracol acerca de su nueva producción Recuerdos de amor, de sus expectativas, su primera visita al país y de mucho más.

Assista aqui a entrevista exclusiva que Victor e Leo deram ontem para o Canal Caracol TV da Colômbia.

video

CaracolTV.com

Victor y Leo de visita por Colombia


El talentoso dúo brasilero conformado por los hermanos Victor y Leo estan de visita por nuetro país para promocionar su primera producción discográfica en español "Nada es normal", un tema con la cual han conquistado todo el público latino.

"Nada es normal" es una balada que ha logrado posicionarse en el número 1 de los charts y poco a poco se ha ubicado en el gusto de los colombianos.

Hoy el nombre de Victor y Leo es reconocido gracias al éxito conseguido con este tema y su álbum en paises como Brasil, México y Colombia convirtiendose en un éxito por su talento y carisma.

Tradução:

A talentosa dupla brasileira formada pelos irmãos Victor e Leo, está visitando nosso país para promover seu primeiro álbum em espanhol, "Nada normal", tema com o qual eles conquistaram todos os latinos.

"Nada normal" é uma balada que conseguiu posicionar-se como número 1 nas paradas e, pouco a pouco, foi se firmando no gosto dos colombianos.

Hoje, o nome de Victor & Leo é reconhecido através do sucesso obtido com este álbum e sua música tema, em países como Brasil, Colômbia e México, se tornando um sucesso devido ao seu talento e carisma.



Fonte: Rádio Amorstereo

Victor e Leo serão artistas da semana em rádio no Chile.

Victor e Leo são destaque como artistas do dia 19/06 na radio FmDos do Chile.

Víctor y Leo

Víctor y Leo Chávez son dos hermanos brasileños con una trayectoria musical muy importante en su país y que ahora quieren mostrarse en el resto del continente. Para eso, grabaron un disco totalmente en español que contiene 10 canciones, nueve de ellas escritas por Leo, pero traducidas por Leonel García, ex Sin Bandera. El primer sencillo tienen el mismo nombre de este disco y lo escuchas hoy viernes…es Nada es Normal, con Víctor y Leo, en el Artista del Día de FMDOS.

Apenas uma correção: onde é citado que as 9 canções são de Leo... Vale lembrar que o compositor da dupla é o Victor, tendo o Leo como autor (em parceria com o irmão) em algumas composições também.

Fonte: FmDos

terça-feira, 16 de junho de 2009

Victor & Leo em Internigth ao vivo!


Internight, el programa más digital y divertido de la radio en Colombia, conducido por Montoya y José Miguel, donde los sonidos de la noche se mezclan con el mejor pop del planeta. ver y escuchar el programa en vivo de 8 a 12 de la noche hora de colombia....

Con la visita de VICTOR Y LEO HOY (hoje) 16 de junio
10pm as 2am

http://www.los40.com.co/

Victor & Leo ao Vivo em Rádio Colombiana



Em sua turnê promocional pela Colômbia, Victor e Leo estarão hoje, terça-feira dia 16, visitando a Rádio "Los 40 Principales" no programa " La Cama" comandado por Rafa Cifuentes, Motta y Don Rogelio José. É o melhor programa de rádio nas manhãs colombianas.

O programa começa às 7 da manhã e vai até as 10hs na Colômbia, aqui no Brasil passa das 9 às 12hs da manhã. O horário previsto para a dupla entrar no ar é as 10hs do Brasil.


Para sintonizar a rádio entre no site los40.com.co

Então corram que ainda dá tempo!!!



Outro site para ouvir o programa: www.sitioco.com/sitiomusica/radio-emisora/85_Los-40-Principales.htm

Show da dupla Victor & Leo no Sambódromo


O Sambódromo foi palco, na sexta-feira, Dia dos Namorados, do novo show de Victor & Leo. E para isso, foi montada uma megaestrutura que recebeu os artistas e o público. A festa, uma promoção da Fábrica de Eventos, começou às 22h, com a dupla Dalton & Dhiego e, depois, com o cantor Rodrigo Raniely.
Victor & Leo vieram a Manaus divulgar o último trabalho "Borboletas" e trouxeram o show completo; o mesmo que está sendo mostrado em todo o País.



Cenário novo, painéis de leds e uma iluminação diferenciada foram alguns dos recursos do show mais esperado do ano em Manaus. No palco a dupla foi acompanhada no palco por cinco músicos. Além de tocar e cantar as músicas do novo disco, como os hits "Borboletas", "Deus e Eu no Sertão" e "Nada é Normal", Victor & Leo fizeram a alegria dos fãs com sucessos como "Fotos", "Tem que Ser Você", "Fada", "Vida Boa", "Sinto Falta de Você", "Amigo Apaixonado" e "Lembranças de Amor".

domingo, 14 de junho de 2009

Victor e Leo na Colômbia!


El talentoso dúo brasilero conformado por los hermanos Victor & Leo estarán visitando nuestro país en los próximos días, para promocionar su primera producción discográfica en español “Nada Es Normal”, con la cuál han conquistado todo el público latino.

Hace algunos meses se escuchó por primera vez en las emisoras radiales de todo el país el tema “Nada Es Normal”, una balada que logró posicionarse en el #1 de los charts y de la cuál solo se sabía que era interpretada por dos hermanos cariocas, que poco a poco se ubicó en el gusto de los colombianos.

Hoy el nombre de Victor & Leo es reconocido gracias al éxito conseguido con este tema y su álbum en países como Brasil, México y Colombia convirtiéndose en un éxito, por su talento y carisma.

El próximo 15 de junio estos jóvenes brasileros llegarán a nuestro país para promocionar su nuevo sencillo “Recuerdos de Amor” que rápidamente escala posiciones.

Estarán presentando un show muy intimo, en el cuál interpretaran sus mejores éxitos y mostraran a Colombia todo su música y talento con el que han logrado contagiar a Latinoamérica, además estarán visitando varios medios de comunicación estrenando su sencillo Recuerdos de Amor.

Bésame | Junio 12 de 2009

Fuente:besame.fm

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Victor e Leo agradecem nosso Fc


A fã Gabrielle Campos de São Paulo-SP,esteve no último domingo na Fapi em Ourinhos no show dos nossos tão amados Victor & Leo.
Ela levou uma faixa com os dizeres: "Fc Do Outro Lado do Rádio, não escondemos a questão vocês são os donos dos nossos corações."

Segundo ela foi durante a música "Fada" que o Leo avistou o cartaz, porém não conseguiu ler, se desculpou e mandou um beijo para o Fc do Outro Lado do Rádio, assim que a música acabou Victor disse: Vamos ler os cartazes?!
Bom, o resto vc's podem ver no vídeo abaixo!

video

Obrigada Gaby por levar o nome do Fc!!!

Tudo Junto & Misturado - O céu e o inferno de Victor & Leo

Eles ofuscaram Alanis Morrisete no Festival de Verão de Salvador deste ano. Foram uma das atrações mais aguardadas nos palcos do Planeta Atlântida, festival tradicionalmente de pop rock. São campeões absolutos no site de cifras Vagalume com mais de dois milhões de acessos por mês. Com apenas um par de discos em estúdio e mais um par ao vivo, possuem mais de uma dúzia de hits que bombam no país inteiro. Agora, com CD e DVD em espanhol, estão prestes a conquistar o resto da América Latina. Estamos falando de Victor & Leo, o grande fenômeno pop brasileiro de 2009.

A ascensão fulminante da dupla nos últimos anos coincide com a consolidação do que é chamado de Sertanejo Universitário. Formado por nomes como Hugo Pena & Gabriel, Fernando & Sorocaba, César Menotti & Fabiano, João Bosco & Vinicius, dentre vários outros, o movimento praticamente enterra o preconceito que a música sertaneja moderna sofria quando carregava o rótulo pejorativo de breganejo.

O Sertanejo Universitário, no entanto, é um rótulo vazio, sendo apenas um balaio inventado pela mídia para abrigar uma ampla variedade de gatos. Tanto que Victor afirma constantemente que não se considera parte do movimento, pois o que eles fazem estaria muito mais próximo de um folk pop romântico. O próprio Victor às vezes se atrapalha na hora de definir seu som - numa entrevista, chegou a dizer que tocava folk intuitivo. O que diabos isso significa é algo que extrapola a imaginação humana. Mas ele não está errado, deixe ele compor. E que os outros inventem os rótulos.



E compor é sua especialidade. Diferentemente da grande maioria das duplas, o repertório dos dois é extremamente autoral. Victor é um compositor da melhor estirpe, sublimando a influência de vários gêneros além do sertanejo de raiz, como a MPB, o pop, o rock e até musica internacional.

O sucesso da dupla foi tão grande e repentino que compará-los ao RPM não seria nenhum absurdo, principalmente se levarmos em consideração que foram apenas dois discos em estúdio. Realmente, a pinta de galã de Victor lembra muito o Paulo Ricardo em seus tempos áureos. Claro que a comparação é apenas superficial e não se estende à vida promíscua da banda de tecnopop dos anos 80. Victor & Leo são bons rapazes.

Por outro lado, se o RPM foi projetado para dar certo, os irmãos Chaves foram lapidando seu som nos bares de Belo Horizonte durante longos sete anos, cinco dos quais gastos estudando canto, para somente bem depois serem descobertos pelo casal Silvinha e Eduardo Araújo.

Só que nem tudo são flores no rancho dos rapazes. O seu sucesso está se confrontando com a primeira geração de fãs digitais surgidos na última década e sua assessoria não está tendo tato o suficiente para lidar com isso. Se antes os fãs se comunicavam pelo correio e se satisfaziam em estar perto de seus ídolos nos shows e conseguir uma foto com eles era como ganhar na loteira, hoje eles não se contentam com isso. Eles são engajados e querem participar ativamente da carreira dos artistas.

Em muitos casos os fãs podem até alavancar carreiras, como foi o caso do Fantasmão que, com a quantidade absurda de comunidades simpatizantes, chamou a atenção da grande mídia. Ou o caso do Blog do Muído, que foi crucial para a divulgação da banda no Norte e Nordeste. E pasmem! A assessoria de imprensa da banda criou outro blog, se dizendo oficial e de qualidade bem inferior, só para ter controle total sobre o que é publicado na web.

O que as assessorias de imprensa precisam entender é que este controle total só era viável no século passado, quando a internet não era o que é hoje. Muito mais inteligente do que tentar um controle impossível, seria integrar o trabalho dos fãs ao trabalho da banda. Tentar bater de frente com as redes sociais dos fãs, além de ser uma guerra perdida de antemão, pode trazer prejuízos de imagem, pois além de enaltecer os méritos de seus ídolos, os fãs também podem apontar suas fraquezas.



No caso específico de Victor & Leo, os problemas começaram a aparecer no segundo semestre do ano passado, coincidentemente quando a Sony resolveu investir na carreira internacional deles. O acesso aos camarins era controlado por meio da distribuição de pulseiras, que eram divididas entre o contratante - que geralmente as distribui a políticos, empresários e patrocinadores - e fãs comuns. Por algum motivo desconhecido, isto parou de ser feito e agora só os contratantes desfrutam do privilégio.

A situação chegou a patamares absurdos na turnê mais recente pelo Nordeste. Na Paraíba, por exemplo, o único fã clube do Estado não teve acesso à dupla nem conseguiram descobrir o hotel onde estavam hospedados. E segundo vários depoimentos, foram destratados pela produção. Considerando-se o fato de que eles levam meses para se apresentar na região, tamanho descaso não tem justificativa. Procurada pela coluna, a produção não se manifestou.

Outro caso digno de nota foi o do site de um fã clube que preferiu não se identificar. Ao conquistar a marca de um milhão de acessos, passou a ser patrocinado pela produção da dupla. No entanto, no dia em que foi publicada uma matéria crítica sobre os eventos que aconteceram em um show, seus autores foram sumariamente expulsos. A maior comunidade de Victor & Leo no Orkut, cuja dona é intimamente ligada a assessoria oficial, também não tolera qualquer crítica. Se a situação chegou ao ponto de membros serem expulsos e esses dissidentes criarem uma comunidade que ultrapassa os 4.000 membros e um blog (um dos melhores sobre o assunto na blogosfera) é que porque de onde vem essa fumaça, tem fogo.

Sorte que todos esses problemas não estão influenciando a música, que afinal de contas, é a única coisa que importa. Não quero com essas denúncias insinuar que os artistas tenham qualquer relação com isso. É o despreparo da produção e a ganância da multinacional Sony Music que deve ser salientado. Porque para uma dupla que se fez de uma maneira independente, ter sua imagem maculada junto aos fãs por trapalhadas administrativas de uma gravadora eminentemente falida é inadmissível.

Se o dinheiro da Sony não serve para a criação de uma equipe de atendimento aos fãs, esse dinheiro não serve para nada. Victor costuma dizer que acredita na intenção e na energia que imprime no trabalho e que o sucesso nada mais é do que a conseqüência disso. Se é assim, meu amigo, bote os caras pra trabalhar e aparar essas arestas que tanto ferem os corações de suas fadas e borboletas espalhadas pelo país!

Fonte:Mtv Home

VIctor e Leo para os Apaixonados


Sucesso de público em todo o País, a dupla sertaneja Victor & Leo volta a Manaus para uma apresentação bastante apaixonante, no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, a partir das 22h. Depois de lotarem, no ano passado, todas as dependências do Sambódromo, os mineiros retornam ao local mais aguardados do que nunca, num megashow que vai mesclar antigos hits com músicas novas do último CD “Borboletas”.
Vale lembrar que este trabalho foi recorde de vendas,
com duzentas mil cópias vendidas, em apenas um mês e meio.
Em Manaus, a produção tem a assinatura da Fábrica de Eventos,
que promete montar uma super estrutura. E antes da dupla mineira,
quem vai deixar o público em um clima romântico será a dupla
Bruno & César mais o cantor Rodrigo Ranieri, atiçando o country e o sertanejo.

CARREIRA POSITIVA
A história na música de Victor & Leo começou, no interior de Minas
Gerais, em Uberlândia, em 1992. Até conseguirem todo o destaque
no cenário nacional, foram anos e anos no anonimato.
Em 2001, seguiram para São Paulo, onde cantaram durante seis anos,
na noite paulistana, até serem descobertas e ganharem o Brasil.
O balanço da carreira é muito positivo. São dois CDs lançados de forma
independentes, um DVD e mais três CDs pela SONY:
“Ao Vivo”, “Ao Vivo em Uberlândia” e “Borboletas”.
Juntos venderam mais de um milhão mil cópias e conquistaram disco de
platina duplo. Victor & Leo também gravaram um disco em espanhol
intitulado “Nada Es Normal”. Prêmios também não faltam aos mineiros.
Eles receberam, em 2008, o “Tim de Música”, na categoria Full Track,
com a canção “Amigo Apaixonado”, - a mais baixada pela Net e por celulares.
Conquistaram ainda o Oscar do rodeio brasileiro, “Troféu Arena de Ouro-2009”
como Melhor Dupla Sertaneja e “Tem que Ser Você” -
eleita a melhor canção do ano pelo “Domingão do Faustão”.
Detalhe: A música que fará parte do repertório em Manaus
foi tema da Novela “A Favorita”. Atualmente, “Deus e Eu no Sertão”
e “Nada é Normal - canções retiradas do último disco “Borboletas” -
estão na trilha sonora da novela “Paraíso”. Além delas, os fãs vão curtir
no megashow em Manaus os hits “Fotos”, Tem que Ser Você”, “Fada”,
“Vida Boa”, “Sinto Falta de Você”, “Amigo Apaixonado”,
“Lembranças de Amor” e "Borboletas".

ÁREA VIP
E para colocarem todos no clima do Dia dos Namorados, a produção da DHP&MP Promotion preparou uma super área vip. Serão dois pontos, um em cada extremidade do palco e com nomes propícios a data; “Área Vip do Amor” e “Tenda Vip do Amor”. Os locais vão ter uma decoração especial com um cenário repleto de borboletas.
As surpresas não param por aí. Na entrada, as pessoas vão receber maças do amor e terão à disposição o Correio Elegante, para quem sabe sairem de lá acompanhadas.
Bares e banheiros exclusivos, front stage, um mega
lounge e um super buffet são outras novidades da noite.
O 2º lote de pista para o Victor & Leo custa R$ 35, sendo
Área Vip, R$ 180 (2 vezes no cartão).
Os ingressos estão à venda no stand da Fábrica de Eventos e Óticas Veja.

Fonte: AMAZONVIEW

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Fé e a alegria dos fãs são a energia de Victor & Leo



No ano passado, a dupla sertaneja Victor & Leo, em sua primeira turnê pela Região Norte, conseguiu lotar todas as apresentações. Os irmãos chegaram a afirmar, depois de saírem do palco na capital amazonense, que se surpreenderam com a reação do público e com o sambódromo lotado com mais de 20 mil pessoas na plateia.
Agora, conhecidos da grande mídia e do público local, eles se preparam para a volta e já sabem o que esperar: energia e animação dos nortistas. Às vésperas da viagem para cinco shows na região – Porto Velho, Rio Branco, Manaus, Boa Vista e Santarém –, eles revelam que contam com a energia dos fãs para superar o número de público de 2008. Justamente sobre isso e também adiantando como será o show em Manaus, que Leonardo Chaves Zapalá Pimentel, o Leo, falou neste final de semana, em entrevista exclusiva para o EM TEMPO.

Vocês vieram para cá em 2008 e fizeram um show para mais de vinte mil pessoas. Um ano depois, qual é a expectativa para a apresentação em Manaus?
LEONARDO PIMENTEL – Sempre temos em mente que o show que vamos fazer hoje é o melhor de nossa carreira. Sempre diferente. Mesmo sendo em locais que já tocamos, a energia se renova. Fomos muito bem recebidos da primeira vez, com muito calor por parte do público. Há uma cultura musical muito forte em Manaus, as pessoas são educadas e nossa intenção é fazer com que se sintam bem com nossa música.

O que vocês preparam de novidades para o público amazonense?
LP – Existem algumas músicas do CD “Borboletas” que da outra vez não tocamos. O repertório está um pouco diferente. É claro que vamos tocar nossos antigos sucessos, mas a novidade maior vai ser a energia desse show.

Como será a produção do show?
LP – Com certeza vai ser diferente do show do ano passado, preparamos uma superiluminação e um cenário novo. E no palco, a nossa disposição de sempre, acompanhados de cinco músicos que prometem agitar o sambódromo.

Vocês têm algum tipo de preparação especial antes de subirem no palco?
LP – Sim, nunca subimos ao palco sem nos concentrarmos e rezar. É como se fosse nosso alimento para entrar no palco.

O CD “Borboletas” bateu recorde de vendas e já emplacou duas músicas na trilha sonora de uma novela. Como foi a composição do disco?
LP – O disco é todo autoral. Victor assina as 12 composições, sendo que três contam com a minha participação. Quanto às novelas, é sempre bom emplacar músicas em novelas porque é uma forma de atingir um público diferente, que não compra nossos discos e não vai aos nossos shows.

Fonte: Amazonas Em Tempo

Victor & Leo em Bento Gonçalves/RS






Tranquilos e profissionais: são as duas palavras que podem definir a postura dos cantores diante dos fás e imprensa.

Os mineiros Victor e Leo abalaram as estruturas do Parque de Eventos no show de abertura do ExpoBento 2009. Adultos, jovens, crianças e idosos formavam uma plateia com mais de 20 mil pessoas completamente encantadas com a dupla do chamado “sertanejo universitário”.

As letras românticas escritas por Victor eram interpretadas por um verdadeiro coral formado por vozes de todos os tons. Na hora de “Borboletas” e “Fada” a plateia foi a loucura, gritos, choros emocionados puderam ser observados por todos os lados.

O forte aparato de segurança imposto pela equipe de produção da dupla não diminuiu em nada o encanto das pessoas por esse verdadeiro fenômeno chamado Victor e Leo. Simpáticos e com muita vontade de conversar, os rapazes posaram para fotos com fás, receberam muitos buquês de flores, ursinhos e muitos outros mimos.

Victor destacou que adora estar no Rio Grande do Sul, tem verdadeira admiração pela música e cultura gaúcha. Leo é um pouco mais tímido, mas se transforma no palco. Agita a plateia, conversa e dança bastante.

Victor é o compositor e instrumentista, considerado um dos músicos mais completos da atualidade. E também o mais admirado pelas meninas. Impressionava o carisma do artista e a loucura das garotas quando ele apareceu no palco.

“O Victor é a coisa mais perfeita que já vi”, eles são a melhor dupla que surgiu nos últimos tempos”, “conheço cada palavras das letras deles”, “jamais vou esquecer esse show” foram algumas das frases ditas em alto em bom som pelos presentes.

Cartazes, mensagens e milhares de máquinas digitais ajudavam no cenário formado pela multidão de pessoas vindas das mais diferentes cidades, que podiam ser identificadas pelas placas do verdadeiro mar de carros e ônibus no estacionamento.

Fonte: http://meublogiedabeltrao.blogspot.com